Informação sobre o Egito

Informação sobre o Egito

Neste artigo, buscamos responder às perguntas mais frequentes dos viajantes na hora de organizar as férias ao berço da antiga civilização egípcia.

Cidades

Conheça as cidades mais importantes do Egito e o que ver e fazer em todas elas: Cairo, Luxor, Assuã, Alexandria, Sharm el Sheij e Hurghada.

Dicas

Além das dicas típicas – como levar medicamentos e apenas beber água mineral –, ofereceremos também indicações menos habituais.

Segurança

A polícia turística é encarregada de zelar pela segurança dos turistas. Além disso, é importante seguir orientações para visitar o país com tranquilidade.

Documentação necessária

Além do passaporte com validade mínima de seis meses a partir da data de entrada no país, todos os turistas também precisam de um visto para entrar no Egito. Há duas formas de os brasileiros obterem o documento:

  • Solicitação prévia: encaminhar o pedido diretamente à Embaixada do Egito, em Brasília (atende a todo o país), ou ao Consulado Geral do Egito, no Rio de Janeiro (atende apenas a moradores de estados do Sul e Sudeste). O visto de turismo, com validade de 30 dias, custa R$115 (uma única entrada) ou R$165 (múltiplas entradas). É preciso enviar o passaporte pelos Correios, juntamente com o valor da taxa em espécie (no caso do Consulado) ou com o comprovante de depósito bancário (se fizer pela Embaixada). É preciso enviar também o Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela. Para obter o formulário que precisa ser preenchido e saber mais informações, é possível escrever para os seguintes e-mails: consuladodoegito@yahoo.com, embassy.egypt.brasilia@gmail.com ou embassy.brasilia@mfa.gov.eg.
  • Na chegada ao país: Há lojas que vendem o papel do visto por US$25 em qualquer aeroporto internacional ou posto de fronteira do Egito. Basta dirigir-se ao controle de imigração para ter o documento carimbado e garantir a estadia de, no máximo, 30 dias.

Idioma

O idioma oficial do Egito é o árabe. Se você sabe inglês, não deve ter muitos problemas para se comunicar, já que a maioria das pessoas com as quais estaremos em contato mais direto também domina esse idioma. As pessoas que se dedicam ao setor de viagem e turismo também conseguem se comunicar em espanhol.

Se você fala apenas português e opta por fazer a viagem organizada por uma agência, pode ficar mais sossegado em fechar um pacote que garanta que o pessoal que vai assessorar sua viagem domine o idioma.

Hora oficial

Está localizado no GMT+2. Supõe quatro horas a mais que o horário de Brasília durante o horário de verão e cinco horas a mais ao longo do restante do ano.

Vacinas

O Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela é uma das exigências para que os brasileiros entrem no país. Ainda que haja relatos de viajantes que tenham conseguido entrar no Egito sem o documento ou de que o agente da imigração não tenha solicitado a comprovação da vacina, o mais recomendável é levar o Certificado com você.

O site da ANVISA oferece mais informações sobre como obter o documento e também uma ferramenta para verificar os alertas ou exigências de saúde pública no diferentes países. É possível conferir ainda no site da OMS a lista de todos os países que exigem o certificado.

Moeda

A moeda oficial do Egito é a Libra Egípcia (EGP). O câmbio é de aproximadamente 5,50EGP por R$1. Por lá, os centavos chamam-se piastras.

Preços

Os preços no Egito são, em geral, muito baixos. Nos lugares mais turísticos, uma garrafa grande de água custará cerca de 10 libras e, nos que ficam longe desses locais, apenas 2. Um almoço para duas pessoas em um restaurante regular custará cerca de 100 libras.

Onde trocar o dinheiro

Embora não seja difícil pagar diretamente com euros, dólares ou libras inglesas, os estabelecimentos fazem o câmbio favorável para eles. Por isso, a melhor maneira de pagar é com libras em efetivo. Além disso, o imposto cobrado para trocar reais por libras egípcias é mais baixo do que aquele que incide sobre as compras feitas com o cartão de crédito no exterior ou em cartões pré-pagos.

Ainda no Brasil, você precisará trocar seus reais por uma divisa estrangeira que seja aceita como moeda de troca no Egito (euro, dólares ou libras inglesas, por exemplo). Somente assim é que você poderá obter libras egípcias quando chegar ao país, seja no aeroporto, casas de câmbio, bancos, hotéis e até mesmo barcos. Os cartões internacionais também permitem sacar dinheiro na moeda local, mas é melhor consultar o seu banco sobre a comissão e taxas aplicadas por sacar dinheiro em moeda estrangeira. 

Eletricidade e tomadas

É preciso utilizar adaptador se a conexão do seu aparelho eletrônico tiver duas barras verticais na saída. No Egito, as tomadas são do tipo europeu, com dois orifícios redondos, e a voltagem é de 220V.

Horário comercial

O horário comercial do Egito vai, de forma geral, das 10:00 às 20:00 horas. Há algumas lojas e comércios com horário mais amplo. Aos domingos, é possível encontrar lojas fechadas.

Clima

No Egito, as temperaturas mudam bastante de acordo com a localidade e as estações, bem como entre o dia e a noite em certos lugares do país. Confira mais sobre o tempo.

Segurança e zonas a evitar

O Egito pode ser considerado seguro, desde que você não saia do roteiro tradicional nos principais centros turísticos. Há zonas que devem ser evitadas, como as de Assiut, Sohag, Minya e Quena. Recomendamos que você leia as recomendações do Ministério das Relações Exteriores antes de viajar.

Telefones úteis

  • Polícia: 122.
  • Informação turística: 126.
  • Prefixo do Egito: 20.
  • Telefone de emergência da Embaixada brasileira no Cairo: (+20) 122 24 44 808 ou (+20) 2 24 61 9837.