Dicas para viajar ao Egito

Dicas para viajar ao Egito

Além das dicas típicas – como levar medicamentos (Imosec não deveria ficar de fora da sua bagagem) e apenas beber água mineral –, ofereceremos também indicações menos habituais.

Economize nas excursões

Os tour de operadores oferecem preços altíssimos para todas as excursões. Reservando pela internet, você poderá conseguir preços até 50% mais baratos em relação às agências.

Para serviços mais básicos, como um passeio de charrete, não tenha medo de contratá-lo diretamente com os carreteiros, pois os egípcios são um povo muito simpático. Uma boa opção para os principiantes é formar um grupo com quem esteja na mesma excursão e/ou hotel e pedir indicações às oficinas de turismo ou hotéis de cada cidade.

Pechinche sempre

Uma coisa é ser mesquinho e pechinchar até pelo último centavo. Outra, bem diferente, é pagar preços abusivos e agir como bobo. Leve em conta que os preços iniciais podem representar 400% do que você deveria pagar. Uma garrafa de água grande (1,5l) custa cerca de 4EGP no supermercado, por exemplo. No entanto, como 10EGP não parecerá muito dinheiro, é geralmente este preço que tentarão cobrar de você.

Deixe tudo claro de antemão

Se você negociar o preço de um táxi por trajeto, não terão argumento para tentar cobrar algum adicional (como o pedágio do aeroporto do Cairo, por exemplo). Se negociar por hora, especifique com clareza o intervalo em que você vai ter acesso ao serviço e que poderá ir onde quiser e permanecer o tempo que quiser. Os egípcios, embora simpáticos, são grandes enroladores e negociantes.

Gorjetas

No Egito, todo mundo pede gorjeta, desde as crianças até os policiais. Parece que, desde pequenos, aprendem o gesto que você verá centenas de vezes durante a viagem. Não faça algo que você considere que possa requerer gorjeta se você não estiver disposto a dá-la, pois eles são bastante insistentes. Por exemplo, até mesmo os policiais turísticos dirão para você fazer uma foto em cima do camelo e logo estenderão a mão com a palma aberta.

Se você quiser dar gorjetas voluntariamente, encontrará pessoas que realmente necessitam e não são trabalhadores em busca de um salário-extra.

Leve presentes

Talvez você já tenha ouvido relatos de pessoas que levam canetas ou camisetas a países como o Egito. Não é à toa: haverá muitas crianças e adultos que perguntarão se você tem algum desses itens para dar de presente. É claro que você também pode utilizar a criatividade e levar outro artigo que queira deixar de lembrança a alguns moradores do país africano.